Reabilitação na Artrose do Joelho.

Também conhecida como osteoartrite, a artrose é uma doença de natureza inflamatória e degenerativa das articulações. A artrose no joelho ou gonartrose é resultado de um processo degenerativo por desgaste na cartilagem do joelho que ocorre naturalmente, com o avançar da idade ou de forma secundária devido ao excesso de peso, atividades que exijam movimentos repetitivos sobre a articulação acometida, desvio de alinhamento do eixo do joelho, traumatismo com fratura, ou lesões de ligamentos e/ou menisco.

SINTOMAS

  • Dor de caráter mecânico, ou seja, que surge com o movimento e tende a aliviar com o repouso;

  • Falta de firmeza/dificuldade de apoiar o peso do corpo sobre o joelho;

  • Estalos no joelho;

  • Inchaço do joelho (derrame articular);

  • Rigidez ao iniciar os movimentos;

  • Limitação dos movimentos;

  • Em casos mais avançados, pode causar deformidade progressiva do joelho.

TRATAMENTO E REABILITAÇÃO

O diagnóstico da artrose é feito pelo exame clínico e pela imagiologia e o tratamento tem como objetivo proteger as articulações e estimular sua movimentação, a fim de evitar o processo de enrijecimento articular.

Seu tratamento passa pela aplicação de uma série de medidas, recomendadas pelo médico especialista de acordo com a particularidade de cada paciente:

  1. Perder peso: é de extrema importância, visto que cada quilo perdido equivale à uma força quase quatro vezes superior retirada do joelho.

  2. Exercício físico orientado por um especialista que têm o intuito de ajudar na perda de peso do paciente, fortalecer os músculos, aumentar a massa óssea e reduzir a dor.

  3. Uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios para ajudar a controlar a dor e o inchaço do local.

  4. Uso de injeção intra-articular de ácido hialurônico para aliviar a dor e inchaço da região.

  5. Fisioterapia: é um dos principais meios de tratamento para a osteoartrite, tem como foco o controle da dor e inchaço com recursos de eletrotermofototerapia, correção biomecânia com exercícios de fortalecimento muscular, elasticidade, equilíbrio e treino sensório-motor.

  6. Cirurgia: somente recomendada em casos avançados de artrose no joelho, quando a região apresenta deformidades angulares.

 

FISIOTERAPIA E REABILITAÇÃO:

A fisioterapia é fundamental no tratamento da gonoartrose para evitar a degradação progressiva da articulação e diminuir a dificuldade na realização das atividades do dia-a-dia do paciente. Seu principal objetivo é retardar ao máximo a incapacidade que essa doença pode trazer devido à dor e dificuldade de movimentar esta articulação.

 

Sendo assim, a fisioterapia consistirá na utilização de diversas modalidades e técnicas terapêuticas a fim de:

 

  • Diminuir a dor;

  • Combater a sobrecarga da articulação;

  • Evitar o acúmulo de líquido dentro da articulação, o que gera o inchaço;

  • Manter ou recuperar os movimentos de flexão e extensão do joelho;

  • Aumentar a estabilidade do joelho.

 

O tratamento fisioterápico da doença pode ser efetuado em sessões diárias ou dias alternados e sua duração vai depender do quadro e evolução de cada paciente, mas acontece basicamente em três fases:

 

Fase 01: Eletrotermofototerapia

Utilização de técnicas com laser de baixa intensidade e terapia combinada para aliviar a dor do paciente e diminuir a inflamação e edema.

Para o tratamento dos sinais inflamatórios são utilizados agentes físicos de calor, frio, ultra-sons e correntes elétricas com fim analgésico e anti-inflamatório.

 

Fase 02: Terapia manual 

Técnicas de mobilização e manipulação articular que comprovadamente aliviam imediatamente a dor, além de manter o resultado a longo prazo. 

 

Fase 03: Fortalecimento, Equilíbrio e Correção biomecânica

Aqui os exercícios são intensificados para promover o fortalecimento e equilíbrio dos músculos, recuperando os movimentos.

Nessa fase preconiza-se o Treino de equilíbrio e proprioceção; reeducação do padrão do movimento, exercícios de reforço muscular do quadríceps, dos isquiotibiais, dos glúteos e da panturrilha, entre outros, para que se consiga o global fortalecimento do joelho e equilíbrio muscular desta articulação a assim propiciando a melhora da sobrecarga e, consequente, da dor. 

O mais importante é que o paciente permaneça ativo, não evite fazer caminhadas, bicicleta, fortalecimento, ou seja, atividade física em geral. Lógico que nenhuma delas pode aumentar a dor. Caso isso ocorra, no procure para orientemos o melhor exercícios e a dose do mesmo para o seu caso em particular. 

VENHA NOS CONHECER

Avenida Angélica, 916 - cj. 608 - SP

CEP 01227-000

Agende já sua consulta

(11) 2501-1943 (tel)

(11) 94370-7156 (whatsapp)

CONTATOS

Tel: (11) 2501-1943 / (11) 94370-7156

E-mail: contato@isonanten.com

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon