Osteoma Osteóide: o que é, características, diagnóstico e tratamento.

osteoma osteóide fêmur.png

É uma lesão benigna, porém, as vezes, de comportamento ativo, causando dor de caráter intenso na região óssea. Seu diâmetro atinge cerca de 1 a 1,5cm, cujo pequeno nicho, que corresponde efetivamente à lesão.

 

CARACTERÍSTICAS

  • A maior incidência ocorre nos ossos longos (65%), principalmente na região diafisária da tíbia e do fêmur;

  • Acomete mais frequentemente adolescentes e adultos jovens;

  • A queixa clínica típica é a dor , de longa duração, vaga, que piora à noite. Frequentemente o paciente relata melhora da dor com a utilização de anti-inflamatórios ou analgésicos, principalmente os salicilatos;

  • O osteoma osteóide localizado na vértebra pode ocasionar o aparecimento de escoliose dolorosa.

DIAGNÓSTICO

Eminentemente clínico e por imagens. Apresenta-se como um nicho radiotransparente oval ou de diâmetro e com uma zona reacional de esclorese densa ao redor da lesão.

As radiografias e a tomografia axial podem demonstrar a lesão lítica que corresponde ao nicho.

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL

Abscesso de Brodie

Fratura de estresse

Ilhota óssea

TRATAMENTO

O tratamento consiste na ressecção ampla e completa do nicho com uma pequena área de esclerose ao seu redor, podendo ser cirurgia aberta ou percutânea (radioablação guiada por escopia e tomografia).