O que é bursite no ombro: sintomas, causas e tratamentos.

Bursite é a inflamação da bursa (ou bolsa) sinovial, estrutura membranosa revestida de líquido que age como amortecedor de atrito entre músculos, tendões e ossos ao redor das articulações.

Também chamada de bursite subacromial-subdeltoidea, a bursa do ombro localiza-se abaixo do acrômio, extremidade superior da escápula, e do músculo deltóide. É o tipo mais comum da doença, causando dor localizada na parte superior e anterior do ombro e dificuldade no movimento.

Geralmente, a inflamação é provocada por

SINTOMAS

  • Dor em todo o ombro, principalmente na parte superior e eventualmente irradiando para o braço e cotovelo. A dor é especialmente sentida com a realização de esforços ou durante a noite, impossibilitando a pessoa de dormir sobre o ombro afetado;

  • Rigidez e dor ao mover a articulação afetada;

  • Fraqueza muscular no local afetado;

  • Inchaço, calor ou vermelhidção na articulação, principalmete quando relacionadas a infecção;

  • Pode haver sensação de formigamento local que irradia por todo o braço.

Para a confirmação do diagnóstico, o médico ortopedista pode palpar o ombro dolorido e pedir que o paciente realize alguns movimentos específicos. Exames laboratoriais nem sempre são necessários, mas o médico pode solicitar um raio-x ou ressonância para checar se existem outras causas para a dor no ombro.

traumas, movimentos excessivos e repetitivos no ombro ou doenças inflamatórias.

CAUSAS

  • Lesões: A lesão mais comum que leva à bursite é causada pelo uso excessivo das articulações e movimentos repetitivos dos músculos e tendões, especialmente em movimentos que elevam o braço acima da linha da cabeça, como ocorre na natação, por exemplo. Pode ser ocasionada também após movimentos bruscos, como levantar algo muito pesado, uma pancada direta ou ao cair no chão e apoiar-se com as mãos de forma inadequada.

  • Infecções: Cortes, mordidas de insetos, lesões e feridas são as aberturas necessárias para que bactérias possam causar infecções internas, que, se não forem tratadas, podem produzir pus e levar a doença.

  • Doenças inflamatóriais: Algumas doenças inflamatórias podem gerar a formação de cristais dentro da bursa, tais como:

  1. Artrite reumatoide;

  2. Gota;

  3. Lúpus;

  4. Artrite psorástica;

  5. Esclerodermia;

  6. Escoliose;

  7. Polimialgia reumática.

  • Outras causas: excesso de peso, desidratação do tendão, bursa ou da articulação também podem ser gatilhos para causar a bursite.

 

TRATAMENTOS

  • Repouso, aplicação de gelo no local da lesão e analgésico/anti-inflamatório para a dor. O remédio utilizado usualmente para o tratamento da bursite é o anti-inflamatório que é dado com o intuito de aliviar a dor e diminuir a inflamação presente no quadro do paciente;

  • Se a inflamação for causada por uma infecção, o médico irá prescrever o uso de um antibiótico adequado;

  • Fisioterapia e exercícios para fortalecimento dos músculos na área afetada, o que alívia a dor e previne a reincidência da bursite. Além de previnir um quadro de instalação de rigidez marcada no ombro, geralmente chamado de capsulite adesiva ou ombro congelado;

  • Injeção de corticosteroide na região da bursa afetada para reduzir a inflamação;

  • Punção para retirada do conteúdo líquido inflamatório;

  • Cirurgia, é o último caso do tratamento. Somente recomendada, caso o paciente não apresente melhoras com os tratamentos conservadores ou que apresentem simultaneamente outras patologias, como roturas do manguito dos rotadores ou artrose.

VENHA NOS CONHECER

Avenida Angélica, 916 - cj. 608 - SP

CEP 01227-000

Agende já sua consulta

(11) 2501-1943 (tel)

(11) 94370-7156 (whatsapp)

CONTATOS

Tel: (11) 2501-1943 / (11) 94370-7156

E-mail: contato@isonanten.com

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon